0

Cancelamento notas fiscais de entrada – CD com endereçamento logístico

Caminho da Funcionalidade no Sistema:

Estoques e NF-e > Recebimento de Mercadorias > Consultar Processamento da NF-e Estoques e NF-e > Recebimento de Mercadorias > Consultar Notas Fiscais Recebidas

Permissões de Usuário: MB__info

Número – Nome da Permissão

1490 – Consulta recebimento do XML da NF-e

1794 – Enviar manifestação para SEFAZ

1491 – Processamento de nota fiscal eletrônica

2284 – Transformar nota fiscal em despesa com consumo

1080 – Alterar data de recebimento dentro do período parametrizado

1426 – Alterar data de recebimento para qualquer data

836 – Alterar Status Recebimento

280 – Confirmação Recebimento Incluir

1961 – Criar Pedido Baseado Na Nota Fiscal

1406 – Faturar Nota Fiscal

1931 – Imprimir romaneio

667 – Incluir carta de correção

1528 – Lançamento Conjugado em Operador Logístico

142 – Pedido Incluir

1812 – Preenchimento de Romaneio em Nota Fiscal com Carga

1989 – Prosseguir com Recebimento ignorando percentuais máximos de Preço de Venda / Diferença de Custo

1841 – Receber Nota Fiscal de Fornecedor não habilitado na SEFAZ

182 – Recebimento Consultar

187 – Recebimento Excluir

Este novo modelo de cancelamento de notas fiscais, tem como objetivo gerar consistência no endereçamento logístico do Centro de Distribuição.


Como funciona um Centro de Distribuição com endereçamento logístico

 

Antes de chegarmos ao cancelamento da nota fiscal, vamos entender como o processo todo funciona.

Quando um Centro de Distribuição deseja trabalhar com endereçamento logístico, a primeira coisa que se deve fazer é definir qual será o endereço de armazenagem.

Isso deve ser configurado no módulo de Locais de Estoque:

O endereço de armazenagem será utilizado após fechamento da nota fiscal de entrada.

É nesse endereço que ficaram os produtos para posterior Endereçamento de Paletes.

No módulo de Endereçamento de Paletes, as mercadorias que estiverem no endereço de armazenagem poderão ser movimentadas para outro Endereço Logístico previamente cadastrado.


Cancelamento de nota fiscal em Centro de Distribuição com endereçamento logístico

Para cancelar um nota fiscal de entrada nesse cenário, além da justificativa do cancelamento o usuário deve informar de qual endereço logístico serão retiradas as mercadorias.

Exemplo:

Imagine o cenário onde foi efetuada a compra de 180 caixas do produto LEITE INTEGRAL BLUESOFT 1L CX 12.0


Por conta do custo errado lançado na nota, fez-se necessário o cancelamento.

Para utilizar, devemos seguir os seguintes passos:

1) O usuário deve localizar a nota fiscal que será cancelada através dos seguintes módulos:

Estoques e NF-e > Recebimento de Mercadorias > Consultar Processamento da NF-e

ou

Estoques e NF-e > Recebimento de Mercadorias > Consultar Notas Fiscais Recebidas


2) Após localizar a nota fiscal, devemos acessar a nota fiscal clicando sobre o ícone de visualização 


3) Após a abertura da nota fiscal, devemos clicar em Ações > Cancelamento da nota fiscal:


4) Devemos informar a Justificativa do Cancelamento e clicar em CONFIRMAR CANCELAMENTO:


5) Uma nova pop-up será aberta ao usuário listando os produtos da nota fiscal, e as quantidades por endereço logístico:


6) Para prosseguir com o cancelamento da nota fiscal o usuário deve informar para cada produto, a quantidade e qual o endereço(s) logístico(s) o sistema deve utilizar para debitar a quantidade após o cancelamento.

As quantidades digitadas no campo Qtd a ser cancelada, atualizam o campo TOTAL A CANCELAR facilitando o acompanhamento do preenchimento:


O botão PROSSEGUIR COM O CANCELAMENTO só será habilitado, quando todos os produtos da nota fiscal, tiverem as quantidades a Qtd a ser cancelada igual o campo Qtd da nota:


7) Após clicar em PROSSEGUIR COM O CANCELAMENTO o usuário deve confirmar a operação, onde no seu termino a pop-up será fechada e a nota fiscal será atualizada:

0

API para consulta e cadastro de funcionários

O Bluesoft ERP conta com uma API REST pronta para nossos clientes que queiram fazer integração de algum sistema interno com nossas funcionalidades.

Toda a documentação e funcionalidades disponíveis para integração estão em: erp.bluesoft.com.br/api/

A segurança dessa API é feita através de um token que pode ser obtido em:

Caminho da Funcionalidade no Sistema:

Administração > Segurança > Usuário

Permissões de Usuário: MB__info

Número – Nome da Permissão

2088 – Usuários

gerarToken

Esse token deve ser passado no Header da Request. Segue um exemplo de como poderíamos consultar os clientes cadastrados no ERP utilizando jQuery.

API para consulta de Funcionários (GET)

 

 

 

Exemplos de Consulta

  • Consulta de funcionário:

As filtragens devem ser passadas na URL separadas por interrogação. Segue abaixo exemplo:

http://urldeexemplo/erp-web/api/dp/funcionarios?cpf=40880260807?dataUltimaAlteracao=01/01/2000

Acima estamos filtrando o CPF do funcionário e a data de última alteração.

 

API para cadastro de Funcionários (POST)

Exemplos de cadastro

  • Cadastro de funcionário:

 

Observação:

O token gerado pelo ERP está atrelado as permissões do usuário, ou seja, se o usuário não tiver permissão para cadastrar ou consultar funcionários no ERP, também não conseguirá realizar os procedimentos via API

0

Livro Eletrônico – Distrito Federal

Caminho da Funcionalidade no Sistema:

Fiscal > Informativos > Exportações Estaduais

Permissões de Usuário: MB__info

2288 – Gerar Exportações Estaduais

Livro Eletrônico do Distrito Federal

A escrituração dos Livros Fiscais previstos no regulamento do ICMS e do ISS foi substituída em 2006 pela escrituração eletrônica do Livro Fiscal Eletrônico(LFE), conforme leiaute previsto no Ato Cotepe 35/2005. A escrituração no LFE foi determinada no Decreto nº 26.529, de 13 de janeiro de 2006, regulamentado pela Portaria nº 210, de 14 de Julho de 2006.

Obrigatoriedade:

Todo contribuinte do ICMS e/ou do ISS no DF está obrigado a escrituração do Livro Fiscal Eletrônico, salvo contribuintes enquadrados no Simples Nacional com faturamento anual inferior ao limite estabelecido para os Microempreendedores Individuais (para 2012, o valor é de R$ 60.000,00).

Além de dispensar a escrituração manual dos livros previstos no Ato Cotepe 35/2005, a escrituração do LFE dispensa a entrega do Sintegra,  GIM e DMSP.

Forma de Apresentação:

As informações devem ser geradas em arquivo no formato TXT, por aplicativo de responsabilidade do contribuinte. O arquivo TXT gerado no aplicativo deve ser validado, assinado e enviado pelo programa VALIDADOR disponibilizado gratuitamente pela SEF. A validação e a consistência do arquivo não implicam homologação do tributo na forma do regulamento do imposto.

Prazo de Entrega:

A entrega do Livro Eletrônico tornou-se obrigatória em 2006 e os prazos estão definidos no art. 12 da Portaria 210/06, variando conforme o 8º dígito de seu número de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas – CNPJ (12.345.678/xxxx-yy).

 

8º dígito

Prazo para envio do Livro Fiscal Eletrônico: dia do mês subseqüente ao da emissão do documento fiscal.

0 e 1

24

2 e 3

25

4 e 5

26

6 e 7

27

8 e 9

28

Para o exercício de 2006 foram estabelecidas regras específicas que são as seguintes:

I – Para os fatos geradores ocorridos de janeiro a agosto de 2006 o contribuinte tinha duas opções:

A) Permanecer na sistemática anterior de escrituração. Neste caso, os prazos eram os estabelecidos na respectiva norma que tratava do livro utilizado. Ou seja, 5 dias do encerramento, para os livros manuais, e 90 dias do encerramento, para os preenchidos pelo Sistema Eletrônico de Processamentos de Dados;

B) Enviar o arquivo digital correspondente ao Livro Eletrônico. Neste caso, com o registro da opção no Livro RUDFTO, o prazo se encerrou no dia 28/02/07.

II – Para os fatos geradores ocorridos a partir de setembro de 2006 tornou-se obrigatória a regra geral, ou seja, a entrega do Livro Eletrônico até o 30° dia do mês subseqüente às ocorrências dos fatos geradores do imposto.

0

Cadastro de lojas preferencialmente atendidas por CD

Caminho da Funcionalidade no Sistema:

Logística > Cadastros > Cadastro de lojas preferencialmente atendidas por CD

Permissões de Usuário: MB__info

Número – Nome da Permissão

2309 – Cadastrar Lojas Atendidas por CD

O Cadastro de lojas preferencialmente atendidas por CD tem o objetivo de agrupar lojas que são atendidas pelo Centro de Distribuição, e usar esta informação para demonstrar as vendas das lojas atendidas como parâmetro de análise do CD no pedido de compras.

0

Dashboard de Vendas em Datas Especiais

Caminho da Funcionalidade no Sistema:

BI > Bluesoft Intelligence > Dashboard de Vendas em Datas Especiais

Permissões de Usuário: MB__info

2305 -Dashboard de Vendas em Datas Especiais

Pelo Dashboard de de Vendas em Datas Especiais é possível analisar rankings e média de vendas do ano todo em relação ao Carnaval. Essa análise pode ser feita agrupada por produto, departamento, seção, grupo e subgrupo.

0

DIEF – Pará

Caminho da Funcionalidade no Sistema:

Fiscal > Informativos > Exportações Estaduais

Permissões de Usuário: MB__info

2288 – Gerar Exportações Estaduais

DIEF – Declaração de Informações Econômicas e Fiscais do Estado do Pará

A DIEF/PA é uma declaração que contém informações econômicas e fiscais do contribuinte. Suas principais finalidades, são:
a) constituição do Crédito Tributário;
b) permitir ao Fisco o conhecimento das operações e prestações realizadas pelos sujeitos passivos do ICMS;
c) informações para o cálculo do valor adicionado e obtenção do índice de participação dos Municípios no produto da arrecadação do ICMS; e
d) confecção da balança comercial.

Prazo de Entrega:

a) DIEF do tipo Normal: Até o dia 10 do mês seguinte ao da apuração do ICMS;
b) Baixa ou paralisação temporária: Até o dia 10 do mês seguinte a data do pedido de baixa ou paralisação temporária.
Obs 1: O contribuinte tem até o dia 10 do mês seguinte ao da apuração do ICMS para transmitir a DIEF Normal ou Substitutiva / Retificadora. Passando desta data estará sujeita as penalidades da DIEF     emitida fora do prazo.
Obs 2: Quando o término do prazo de entrega for sábado, domingo ou feriado, o contribuinte poderá apresentar a DIEF até o primeiro dia útil subsequente à referida data.

0

Relatório Analítico de Pré-Transferências/Vendas

Caminho da Funcionalidade no Sistema:

Estoques e NF-e > Relatórios > Relatórios de Saídas > Relatório Analítico de Pré-Transferências/Vendas

Permissões de Usuário: MB__info

Número – Nome da Permissão

2304 – Relatório Analítico de Pré-Transferências/Vendas

O Relatório Analítico de Pré-Transferências/Vendas tem como intuito a analise de pré-transferências/venda entre lojas criadas em um determinado período.

Nesse relatório dentre outros filtros é possível analisar as alterações de quantidade das pré-transferências/venda entre lojas criadas.

0

Vale Compra

Caminho da Funcionalidade no Sistema:

DP > Gestão da Folha de Pagamento

Permissões de Usuário: MB__info
1709 – Consultar Cálculo da Folha de Pagamento
1712 – Editar Movimento de Cálculo da Folha de Pagamento
1711 – Excluir Cálculo da Folha de Pagamento
1710 – Fechar Folha de Pagamento
1708 – Incluir Cálculo da Folha de Pagamento

1713 – Visualizar Resumo do Cálculo

Introdução:

O Vale Compra é um vale que é concedido aos funcionários da Loja para poder realizar compra em todas as lojas da rede e ter o valor descontado em sua folha de pagamento.

Vejamos um exemplo:

Se um funcionário da LOJA 1 realiza uma compra utilizando seu Vale na LOJA 3, na gestão de sua Folha de Pagamento poderá ser buscada a duplicata gerada na compra da LOJA 3 para desconto em folha.

Para utilizar, devemos seguir os seguintes passos:

No Fechamento de Caixa, é importante realizar a manutenção de vales e inserir o CPF nas compras pagas com Vale compra.

No Gestão de Folha de Pagamento, ao inserir um evento de Vale Compra, é possível vincular as duplicatas de vale compra, clicando no ícone demonstrado abaixo:

Após clicar no ícone, poderá ser realizada a busca de duplicatas selecionando alguma loja específica ou todas as lojas da rede:

Para vincular a duplicata, é necessário que a mesma esteja cobrada:

Após cobrar a duplicata a mesma poderá ser selecionada para vínculo:

Após vincular a duplicata a mesma poderá ser visualizada na tela principal do Cálculo de Folha de Pagamento.

Conclusão:

Conforme demonstrado acima, na Folha de Pagamento podemos vincular duplicatas geradas de compras com Vale Compra realizada em demais lojas da Rede.

 

0

Dashboard de Força de Vendas

Caminho da Funcionalidade no Sistema:

BI > Bluesoft Intelligence > Dashboard de Força de Vendas

Permissões de Usuário: MB__info

2299 – Dashboard de Força de Vendas

O Dashboard de Força de Vendas tem como finalidade demonstrar informações dos pedidos que foram realizados pelo módulo de Força de Vendas. Por essa tela é possível analisar as informações por Pedidos, Equipes de Vendedores, Por Vendedor, Cliente e até mesmo por produto.

0

Dashboard de Balanceamento de Estoques

Caminho da Funcionalidade no Sistema:

BI > Bluesoft Intelligence > Dashboard de Frequência e Ticket Médio ao Longo do Tempo

Permissões de Usuário: MB__info

2306 – Dashboard de Balanceamento de Estoques

Pelo Dashboard de Balanceamento de Estoques é possível obter uma sugestão para equilibrar os níveis de estoques dos produtos por lojas.