Caminho da Funcionalidade no Sistema:

Financeiro > Contratos Financeiros > Consultar

Permissões de Usuário: MB__info
1059 – Alterar Vencimento AP – ilimitado
1060 – Alterar Vencimento AR – ilimitado
 954 – Contas a Pagar – Incluir Despesas
1513 – Contas a Pagar – Loja Lança Despesa da Central
264 – Contrato Financeiro Alterar
262 – Contrato Financeiro Consultar
263 – Contrato Financeiro Incluir

Os Contratos de Tomada de Serviço de Meio de Pagamento são utilizados para registrar as Notas Fiscais referentes a determinadas autorizadoras de pagamento como: PagSeguro, PayPal, entre outras. Essas autorizadoras não são consideradas bancos como as autorizadoras comuns (Redecard, Cielo, etc) e portanto são obrigadas a emitir uma Nota Fiscal para a empresa.

Porém as taxas são cobradas no momento das transações de venda, portanto, esse tipo de Nota Fiscal não irá gerar duplicatas, pois os valores foram cobrados anteriormente.

Saiba mais como funciona o processo completo clicando aqui.

Para utilizar essa ferramenta, devemos seguir os seguintes passos:

Na tela de Consulta de Contratos Financeiros, clique no botão Incluir e selecione a opção Tomada de Serviço de Meio de Pagamento:

inicial

Clique no botão Prosseguir.

Será exibida a seguinte tela:

  1. Tipo de Contrato: exibe o tipo de contrato que foi selecionado anteriormente;
  2. Subtipo do Contrato: permite selecionar um subtipo de contrato para ser associado ao contrato cadastrado. Para saber mais sobre subtipo, acessar o post : https://wp.me/p2NG8O-5Fy
  3. Prestador do Serviço: permite selecionar o prestador de serviço (por exemplo: SABESP);
  4. Periodicidade: Permite selecionar entre as opções Eventual ou Recorrente;
  5. Período de Vigência: permite informar o período de vigência para este contrato. Selecionando a opção “recorrente” na opção anterior, é possível definir prazo de vigência final como indeterminado;
  6. Valor: permite selecionar entre “valor fixo” ou “variável”. Caso seja selecionada a opção “valor fixo”, o usuário deverá informar o valor para o contrato. As despesas terão sempre o valor informado e não permitirá valores diferentes;
  7. Valor Máximo por Lançamento: permite estipular um valor máximo para cada lançamento de despesa deste contrato;
  8. Descrição: define uma descrição para facilitar a identificação do contrato;
  9. Permite adiantamento: define se o contrato poderá ter adiantamentos ou não;
  10. Forma de pagamento: Permite informa uma forma de pagamento padrão no momento de lançar a despesa, porém este dado pode ser alterado.
  11. Quantidade de parcelas: Número de parcelas padrão no momento de lançar a despesa, porém este dado pode ser alterado.
  12. Prazo para parcela: Prazo de parcela padrão no momento de lançar a despesa, porém este dado pode ser alterado.
  13. Vincular um orçamento: Este checkbox só é habilitado quando a Periodicidade é Eventual e o Valor do lançamento é fixo.
    Ao habilitar este checkbox, após selecionar as lojas será possível vincular um orçamento financeiro  e o valor ao contrato.  Este valor ficará como comprometido no orçamento e ao lançar uma despesa por este contrato o valor ficará como realizado. Os orçamentos serão vinculados por loja. Para saber mais sobre orçamento, acessar o post: https://wp.me/p2NG8O-8Bx
  14. Modelo de contrato: Permite selecionar um modelo de contrato. Este modelo irá influenciar na impressão do contrato. Para saber mais sobre modelo de contrato, acessar o post: https://wp.me/p2NG8O-78C

Após preencher todos os campos, clique no botão Prosseguir. Será exibida a seguinte tela:

contrato 2

  1. Lojas: permite selecionar quais lojas poderão fazer lançamentos para esse contrato.
  2. Permite Ratear Pagamento: define se o valor da despesa poderá ou não ser rateado entre as lojas selecionadas.

Clique no botão Prosseguir. Será exibida a seguinte tela:

contabil

  1. Bloquear Alteração Conta Contábil: define se as contas contábeis poderão ou não ser alteradas no momento do lançamento da despesa;
  2. Meses de Vigência para apropriação: Serão geradas partidas dobradas de apropriação conforme a quantidade de meses preenchidos nesse campo;
  3. Conta Contábil Origem (Despesa): define a conta contábil que será utilizada como origem no lançamento da despesa;
  4. Conta Contábil Destino (Passivo): define a conta contábil que será utilizada como destino no lançamento da despesa.

Feito isso, clique no botão Salvar.

Para incluir uma nova despesa base no contrato criado, primeiramente localize-o através da tela de consultas, feito isso, clique no botão Incluir Despesa:

incluir despesa

  1. CNPJ/CPF: este campo deverá ser preenchido com o CNPJ da empresa prestadora de serviço;
  2. Loja: Loja para qual será incluída a despesa;
  3. Número: número do documento fiscal;
  4. Série: número de série do documento fiscal, se houver;
  5. Sub Série: número de sub série do documento fiscal, se houver;
  6. Dada de emissão: data de emissão do documento fiscal;
  7. Data da prestação: data em que o serviço foi prestado.

Clique no botão Prosseguir:

nota fiscal

  1. Código: Código do Serviço
  2. Descrição: Descrição do Serviço
  3. Número da nota fiscal: exibe o mesmo número que foi preenchido no campo “documento” na tela anterior;
  4. Série: exibe o número de série da nota fiscal, conforme preenchido na tela anterior;
  5. Subsérie: exibe o número de subsérie da nota fiscal, conforme preenchido na tela anterior;
  6. Data da emissão: data da emissão da nota fiscal. Esse campo é preenchido automaticamente, conforme a tela anterior;
  7. Data da prestação do serviço: data de prestação do serviço da nota fiscal. Esse campo é preenchido automaticamente, conforme a tela anterior;
  8. Valor de Despesas não tributadas: valor de despesas, desconsiderando a tributação;
  9. Valor de despesas acessórias: valor de despesas extras da nota fiscal;
  10. Base de cálculo de ISS Retido: valor que será utilizado como base para o cálculo do ISS retido, se houver;
  11. Base de cálculo de INSS Retido: valor que será utilizado como base para o cálculo do INSS retido, se houver;
  12. Valor total de impostos retidos: campo preenchido automaticamente com o somatório dos impostos retidos;
  13. Valor total da operação: valor total da nota;
  14. PIS: alíquota de PIS;
  15. Valor do PIS: campo preenchido automaticamente com o valor do PIS, conforme alíquota;
  16. COFINS: alíquota de COFINS;
  17. Valor do COFINS: campo preenchido automaticamente com o valor do CONFINS, conforme alíquota;

Após preencher os campos acima, clique em Prosseguir. Serão exibidos os seguintes campos:

duplicata

Esta tela, por padrão, traz informações referentes à duplicata que será criada. Porém como este tipo de contrato não gera financeiro, basta clicar no botão “Prosseguir”

Ao clicar no botão “Gerar duplicatas”, será exibida a seguinte mensagem:

final

A mensagem confirma a inclusão da Nota Fiscal. Note que não foram geradas duplicatas.

Leave a Reply