SPED REINF

Caminho da Funcionalidade no Sistema:

Fiscal > Informativos > SPED REINF

Permissões de Usuário: MB__info

2375 – SPED EFD REINF

 

SPED REINF- Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações

EFD-Reinf é um dos módulos do Sistema Público de Escrituração Digital – SPED tem por objeto a escrituração de rendimentos pagos e retenções de Imposto de Renda, Contribuição Social do contribuinte exceto aquelas relacionadas ao trabalho e informações sobre a receita bruta para a apuração das contribuições previdenciárias substituídas. Substituirá, portanto, o módulo da EFD-Contribuições que apura a Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta (CPRB).

Apresentação do SPED REINF:

Dentre as informações prestadas através da EFD-Reinf, destacam-se aquelas associadas:
– aos serviços tomados/prestados mediante cessão de mão de obra ou empreitada;
– às retenções na fonte (IR, CSLL, COFINS, PIS/PASEP) incidentes sobre os pagamentos diversos efetuados a pessoas físicas e jurídicas;
– aos recursos recebidos por / repassados para associação desportiva que mantenha equipe de futebol profissional;
– à comercialização da produção e à apuração da contribuição previdenciária substituída pelas agroindústrias e demais produtores rurais pessoa jurídica;
– às empresas que se sujeitam à CPRB (cf. Lei 12.546/2011);
– às entidades promotoras de evento que envolva associação desportiva que mantenha clube de futebol profissional.
Forma de apresentação:

Esta escrituração está modularizada por eventos de informações, contemplando a possibilidade de múltiplas transmissões em períodos distintos, de acordo com a obrigatoriedade legal, estes eventos serão gerados separadamente através de arquivo XML, que será recebido pela receita federal que irá gerar um arquivo de retorno informando se o arquivo está correto ou não.

Prazo:

A última atualização na obrigatoriedade de envio do SPED Reinf, através da Instrução Normativa RFB nº 1.701, de 2017, defini que:

Os contribuintes do primeiro grupo – empresas com faturamento superior a 78 milhões – passarão a enviar os eventos pela EFD–Reinf a partir de 1º de maio de 2018.

Os do segundo grupo, a partir de 1º de novembro de 2018

e os do terceiro grupo, a partir de 1º de maio de 2019.

 

Para utilizar essa ferramenta, devemos seguir os seguintes passos:

1) Para que o arquivo do SPED REINF seja gerado corretamente, são necessárias algumas configurações no Bluesoft ERP, para que o registro R1000 possa ser enviado é necessário configurar os parâmetros no cadastro da loja:

Observações: Todos os campos com * (asteriscos) são obrigatórios.

 

 2) Além do registro R1000, iremos gerar os registros R2010 e R2020 que são relacionados as escritas fiscais de serviços prestados e tomados que contém retenção.

Observação: Só serão enviadas para o SPED REINF as escritas de serviços que tiverem retenções de INSS.

Para que estes registros sejam gerados corretamente, primeiramente é necessário que o prestador do serviços tenha as seguintes informações em seu cadastro:

Caminho: CRM -> Cadastros -> Cadastro Básico de Pessoas

 

3) Caso queira poderá realizar a configuração do campo: Classificação do Serviço, tanto para serviços prestados quanto para serviços tomados:

Caminho: Serviços -> Cadastros -> Serviços

 

4) Feito estas configurações será possível gerar o arquivo do SPED REINF através do Bluesoft ERP, conforme abaixo:

Acesse: Fiscal -> Informativos -> SPED REINF:

Para isso deverá informar a loja e a competência que deseja enviar e clicar em: Processar

Serão apresentados os lotes disponíveis para envio, clique na opção: Gerar XML, desta forma os xml`s de envio serão processados

5) Após a geração do XML, clique novamente em: Processar e poderá ver através do botão: Ver Eventos o XML que está sendo enviado para cada evento.

6) Dentro do evento, utilizando o botão de DETALHE poderá verificar qual escrita está sendo gerada e através do link abrir a escrita:

 

7) Além dos registros R2010 e R2020, também disponibilizamos a geração do registro R2050:

 

8) E também do registro R2060 – Desoneração CPRB:

 

9) Depois de gerado o XML de envio e analisado as escritas que estão sendo enviadas, poderá fazer a transmissão destes XML’s para a receita federal, para isso clique no botão Enviar XML:

10) Após o envio do XML o status dos eventos ficará como: Transmitido (se for recebido com todos os dados corretos) ou Rejeitado (se existir alguma inconsistência no XML enviado). 

Se o status de todos os eventos estiverem como transmitidos, poderá clicar no botão Encerrar e assim finalizar este período. (Figura 1).

Se existir eventos com o status rejeitado, poderá ser realizada a análise através do XML de retorno e após a correção e posterior transmissão poderá encerrar o período. (Figura 2).

 

Figura 1:

 

Figura 2:

 

11) O período encerrado também poderá ser re aberto para ajustes através do botão: REABRIR

 

Em caso de dúvidas e sugestões, por favor, entre em contato com a nossa equipe de suporte

Larissa Ruana

Larissa Ruana

Responder