Caminho da Funcionalidade no Sistema:

Patrimônio > Cadastros > Importação de Patrimônios

Permissões de Usuário: MB__info

Número – Nome da Permissão

1631 – Manutenção de Itens de Patrimônio

Essa funcionalidade tem como objetivo possibilitar ao usuário a importação dos cadastros dos patrimônios conceito e itens.

Para utilizar, devemos seguir os seguintes passos:

1) Devemos acessar o módulo de patrimônio, através do caminho: Patrimônio > Cadastros > Importação de Patrimônios

Nesta tela o usuário terá a opção de buscar os patrimônios já importados, baixar o layout do arquivo de importação para preenchimento e posterior importação:


Descrição: Após a importação o usuário poderá informar uma descrição para o arquivo e posteriormente realizar a busca pela descrição.

Data Importação: Poderá buscar pela data de importação do arquivo;

Status: Poderá filtrar pelo status do arquivo: Todos, pendente, analisando, em processamento, importado e importado parcialmente.

2)  Ao clicar no botão baixar layout para preenchimento, iremos disponibilizar o arquivo em formato xls para que o usuário preencha e posteriormente importe no ERP:

Observação: Alguns campos estamos trazendo preenchidos, para que o usuário tenha um exemplo de preenchimento do arquivo.


Os campos do arquivo são:

Os campos em vermelho são de preenchimento obrigatórios, se não forem informados podem ocorrer erro na importação ou na aba advertências após a importação.
  • Categoria: Deve ser informada o tipo de categoria que aquele item pertence, por exemplo: Importação de uma impressora, ela pode ser classificada na categoria de equipamentos de informática. (Formato do campo:  Alfanumérico)
  • Descrição: Deve informar a descrição do bem e será com ela que o bem será cadastrado no ERP. (Formato do campo:  Alfanumérico)
  • Centro de Custo: Deve informar o código do centro de custo, cadastro em: Contábil > Cadastros > Centro de Resultado. (Formato do campo:  Numérico)
  • Meses de vida útil fiscal: Deve informar a quantidade de meses de vida útil do patrimônio para cálculo da depreciação fiscal.( deve preencher com número de 1 a 999). (Formato do campo: Numérico)
  • Meses de vida útil contábil: Deve informar a quantidade de meses de vida útil do patrimônio para cálculo da depreciação contábil. ( deve preencher com número de 1 a 999). (Formato do campo: Numérico)

“O conceito no Bluesoft ERP de Depreciação contábil e fiscal foi introduzido pelo entendimento da CPC 27 e aprovado pela CVM 583/09”.

  • Setor Compra: Deve informar ao qual setor de compra o bem pertence. (Formato do campo:  Alfanumérico)
  • Exige chapa: Deve informar SIM se o produto exige chapa e NÃO caso não exija. (Formato do campo: Alfanumérico)
  • Intangível: Deve informar SIM se patrimônio pertencer ao intangível e NÃO se não pertencer. (Formato do campo: Alfanumérico)
  • Conta contábil do ativo: Deve preencher com a conta contábil do patrimônio no grupo do ativo.  (Formato do campo: Numérico)
  • Conta contábil de depreciação: Deve informar a conta contábil de depreciação do bem. (Formato do campo: Numérico)
  • Conta contábil de despesa: Informar a conta contábil referente a despesa com depreciação. (Formato do campo: Numérico)
  • Status: Deve informar se o item será importado com o status: ATIVO ou INATIVO. (Formato do campo: Alfanumérico)
  • Exige número de série: Se o item exigir número de série do fabricante, informe SIM se não exigir preencha o campo como NÃO.(Formato do campo: Alfanumérico)
  • NCM: Informe o código do NCM do patrimônio. (Formato do campo: Numérico)
  • CST PIS entrada: Informe o código da CST do pis(Formato do campo: Numérico)
  • Alíquota PIS entrada: Se o CST for tributado informe a alíquota relacionada ao imposto, se não o campo deve permanecer em branco. (Formato do campo: Numérico)
  • CST COFINS entrada: Informe o código da CST da COFINS. (Formato do campo: Numérico)
  • Alíquota COFINS entrada: Se o CST for tributado informe a alíquota relacionada ao imposto, se não o campo deve permanecer em branco.(Formato do campo: Numérico)
  • CST IPI entrada: Informe o código de CST do IPI(Formato do campo: Numérico)
  • Alíquota IPI entrada: Se o CST for tributado informe a alíquota relacionada ao imposto, se não o campo deve permanecer em branco. (Formato do campo: Numérico)
  • CST IPI saída: Informe o código de CST do IPI(Formato do campo: Numérico)
  • Alíquota IPI saída: Se o CST for tributado informe a alíquota relacionada ao imposto, se não o campo deve permanecer em branco.(Formato do campo: Numérico)
  • Loja: Informe o código da loja que o bem pertence. (Formato do campo: Numérico)
  • Meses depreciados fiscal: Se já houve depreciação em períodos anteriores para este item, informe a quantidade de meses. (Formato do campo: Numérico)
  • Meses depreciados contábil: Se já houve depreciação em períodos anteriores para este item, informe a quantidade de meses. (Formato do campo: Numérico)
  • Número de série: Informe o número de série do fabricante se existir se não informe 0 no campo. (Formato do campo: Alfanumérico)
  • Chapa: Se existir chapa no patrimônio informe a numeração. (Formato do campo: Numérico)
  • Depreciável: Se o patrimônio for depreciável informe SIM se não o campo deve ser preenchido como NÃO. (Formato do campo: Alfanumérico)
  • Estado(UF): Informe o estado da loja que o bem será cadastrado. (Formato do campo: Alfanumérico)
  • Tipo de patrimônio: O campo deve ser preenchido como: PRÓPRIO. (Formato do campo: Numérico)
  • Competência inicial de depreciação: Informe o mês e ano que será iniciada a depreciação, exemplo de preenchimento: 01-2018. (Formato do campo: Data)
  • Data de aquisição: Data de aquisição do patrimônio dia, mês e ano. Exemplo: 01/02/2018. (Formato do campo: Data)
  • Data de instalação: Data de instalação do patrimônio na loja dia, mês e ano. Exemplo: 01/02/2018. (Formato do campo: Data)
  • Valor de aquisição: Preencher com o valor que o bem foi adquirido em reais. Exemplo: 456,78 (Formato do campo: Numérico)
  • Valor atual fiscal: Deve ser informado o valor de aquisição do bem e se houver meses já depreciados deverá preencher com o valor de aquisição menos o que já foi depreciado. (Formato do campo: Numérico)

Importante: Na hora da importação, o sistema irá validar se o valor informado no campo Valor atual fiscal está igual ao: Valor Aquisição – ((Valor Aquisição / Meses de Vida Útil) * Meses Depreciados. Caso seja diferente o sistema irá criticar e não permitirá que o item seja importado.

  • Valor atual contábil: Deve ser informado o valor de aquisição do bem e se houver meses já depreciados deverá preencher com o valor de aquisição menos o que já foi depreciado. (Formato do campo: Numérico)

Importante: Na hora da importação, o sistema irá validar se o valor informado no campo Valor atual contábil está igual ao: Valor Aquisição – ((Valor Aquisição / Meses de Vida Útil) * Meses Depreciados. Caso seja diferente o sistema irá criticar e não permitirá que o item seja importado.

  • Indicador de Uso: Poderá informar as opções: Locação a terceiros, Outros, Prestação de serviços ou Produção de bens destinados a venda. (Formato do campo: Alfanumérico)
  • Grupo: Quando o patrimônio é cadastrado manualmente deve ser informado o grupo que ele pertence, as opções são: Máquinas, Equipamentos, Instalações, Outros ou Veículos. (Formato do campo: Alfanumérico)
  • Valor Residual Contábil: se for utilizar a depreciação contábil poderá informar um valor residual. (Formato do campo: Numérico)

Importante: O valor residual contábil não poderá ser maior que zero quando o tem estiver totalmente depreciado, caso seja, o sistema irá avisar e não importará os lançamentos

  • Depreciação contábil ativada: Poderá informar SIM ou NÃO se desejar ou não fazer a depreciação contábil. (Formato do campo: Alfanumérico)
  • Depreciação paralisada: Se a depreciação deste item está paralisada informar SIM se não estiver deve preencher como NÃO. (Formato do campo: Alfanumérico)
  • Histórico do LALUR adição, exclusão IRPJ: Informar o código do histórico que deseja que a adição seja gerada. Poderá consultar através do caminho: Contábil > Apuração Contábil> Histórico LALUR (Formato do campo: Numérico)
  • Histórico do LALUR adição, exclusão CSLL: Informar o código do histórico que deseja que a adição seja gerada. Poderá consultar através do caminho: Contábil > Apuração Contábil> Histórico LALUR (Formato do campo: Numérico)
  • Observação: Poderá informar uma observação para o item do patrimônio. (Formato do campo: Alfanumérico)
  • Código produto: Quando precisar importar novos itens do patrimônios mas que ja exista o cadastro do item conceito no sistema, deverá informar o código nesta coluna e assim o item importado será associado ao cadastrado ja existente no sistema. se não informar será criado novo cadastro conceito e associado o item do patrimônio. (Formato do campo: Numérico)

3) Depois do preenchimento do arquivo, será possível importar:


4) Após a importação, será possível visualizar os lançamentos importados e salvar caso deseje:


O usuário poderá verificar os patrimônios que estão sendo importados e todos os seus dados através da guia de Pré-Visualização.

A primeira linha apresentada na tela é relacionada ao cadastro do patrimônio conceito e ao clicar no botão de expandir, iremos apresentar o cadastro do patrimônio item:

O usuário poderá clicar em: SALVAR e se não houver advertências: APROVAR PATRIMÔNIOS.

Ao clicar no botão salvar, os lançamentos ficaram disponíveis para posterior aprovação.

Ao clicar em aprovar patrimônio eles ficaram disponíveis para consulta na tela de cadastro de patrimônios.

5) Caso existam inconsistências elas serão apresentadas na aba: Advertências, deve realizar a correção no arquivo excel e importar novamente:


6) Após a importação é possível buscar o arquivo, editar ou excluir o arquivo importado:

Através do botão status também é possível alterar de pendente para analisando e  posteriormente aprovar:

Em caso de dúvidas, por favor entre em contato com nosso suporte.

Leave a Reply